terça-feira, 21 de outubro de 2014

A violência no Brasil está cada vez mais alta.Ligamos a televisão e nos deparamos com noticias desagradáveis.Mas como solucionar, amenizar esse problema?

A holanda fecha cadeias por falta de prisoneiros devido a ausência de criminosos para ocupá-las.

Para amenizar o problema da criminalidade é preciso analisar os motivos pelo qual uma pessoa comete crime, pois, são diversas causas.


MOTIVOS DOS CRIMES:

1-  Falta de condições financeiras;

2-  Distúrbio psicológico;

3-  Constante convivência em grupo de pessoas marginais;

4-  Tendência do comportamento, caráter;

5-  Falta de oportunidade socioeconômica;

6-  Ausência de estudos, uma pessoa sem estudo é facilmente manipulada;

7-  Falta de controle emocional;

8-  Ausência de uma política em combate ao crime;

9-  Falta de campanha eficaz em combate ao aumento da  taxa de natalidade;

10- Ausência de projetos eficaz capaz de suprir necessidades;

11- Falta de segurança

PARA AMENIZAR A VIOLÊNCIA:

1- Ampliar o número de psicólogos nas unidades de saúde publica;

2- Ter psicólogos nas unidades de ensino;

3- Criar projeto que forneça transporte gratuito para comunidade carente possibilitar levar os
filhos para escola.(fornecer ônibus exclusivo para transportar essas pessoas ou outra especie de gratuidade);

4- Implantar um sistema de biblioteca nas regiões carentes;

5- Criação de projeto eficaz em combate a taxa de natalidade;

6-  Fortalecer a segurança ampliando o número de policiais nos bairros;

7-  Mais instalação do número de câmeras;

8-  Criar projetos permitindo que a comunidade carente tenha condições de suprir necessidades alimentares;

9-  Projetos de  inclusão a todos nas escolas, mesmo aqueles de baixa renda, carente,facilitando  acesso aos livros

10- Instalação de bibliotecas nos bairros carentes em incentivo a leitura, inclusão digital.


Por: Leila Pitombo de Oliveira
arquivologya@gmail.com


E VOCÊS, QUAIS SOLUÇÕES PARECEM MELHOR PARA AMENIZAR ESSE PROBLEMA?

PUBLIQUEM SUAS IDÉIAS AQUI PARA AJUDARMOS.



Nenhum comentário:

Postar um comentário